Cloud Nine

cloud nine

Aproveitando o embalo da pesquisa sobre cloud your judgement, resolvi escrever também sobre cloud nine.

Eu escrevi que o verbo cloud é quase sempre negativo, no sentido de impedir a passagem da claridade e que só lembrava de uma expressão positiva com a palavra cloud.

To be on cloud nine é estar em um estado de euforia, nas nuvens. É a mesma coisa que estar no sétimo céu, que é igual em inglês, seventh heaven.


Nesse caso, o sentido positivo é se imaginar em uma nuvem branquinha, fofinha, livre das preocupações terrenas.

Mas de onde surgiu essa expressão?

O site The Phrase Finder tem uma explicação interessante sobre classificação de nuvens e estágios do budismo.

Contam eles que nos anos de 1950, o Serviço de Meteorologia dos EUA classificou o cumulonimbus, aquela nuvem fofinha, com o número nove. O mais estranho é que a Wikipedia me esclarece que essa formação de nuvens é prenúncio de tempestade, o que não faz o menor sentido usar com um significado positivo. Provavelmente, é por isso que essa não é a explicação correta.

A explicação relacionado ao budismo diz que seria um dos estágios do progresso que leva ao esclarecimento de um bodisatva para atingir o mesmo status de Buda. Mas também afirmam que essa explicação não se sustenta, pois são dez os estágios e não faria sentido que o nono fosse o estado de euforia que deveria ser o último. Não tenho conhecimento suficiente sobre o budismo para julgar.

Logo depois ele fala que “Early examples of ‘cloud’ expressions include clouds seven, eight, nine and even thirty-nine“.

Então, como dentre tantos números, o nove ganhou a expressão? O que ele tem de especial?

Duas músicas: a primeira, do grupo The Temptations, de 1969.

Cloud nine, you can be what you wanna be
(Cloud nine) you ain’t got no responsibility
And ev’ry man, ev’ry man is free
(Cloud nine) and you’re a million miles from reality
I wanna say I love the life I live
And I’m gonna live the life I love up here on cloud nine
I, I, I, I, I, I I’m riding high
On cloud nine, you’re as free as a bird in flight
(Cloud nine) there’s no diff’rence between day and night
(Cloud nine) it’s a world of love and harmony
(Cloud nine) you’re a million miles from reality

Mas, segundo eles, o motivo de a expressão ter se tornado mais popular foi a música Cloud Nine do George Harrison lançada em 1987. Nada como um Beatles para fazer uma expressão ganhar a fama! Se quiser acompanhar a letra, aqui está.

A internet não é uma maravilha? A gente pode começar com uma simples pesquisa, passar horas pulando de link em link e nunca mais voltar para o mundo real. Acho que deve existir uma expressão para isso, mas ainda não encontrei.

%d bloggers like this: