Drinking the Kool-Aid

Eu já ouvi a expressão “drinking the Kool-Aid” ou “he drank the Kool-Aid“, ou ainda, “don’t drink the Kool-Aid” em vários filmes e séries e, apesar de não saber a sua origem, sempre intui o significado pelo contexto. Seria algo como estar enfeitiçado, seduzido por uma ideia ou conceito (em um sentido negativo), não perceber a realidade. Também pode ser utilizado com um sentido de “aceitar algo sem questionar“.

Na semana passada recebi este vídeo do TED-Ed sobre porque as pessoas entram em cultos religiosos que descobri o verdadeiro significado. Logo no início, o vídeo fala sobre o Reverendo Jim Jones e o Massacre de Jonestown e como as pessoas se suicidaram bebendo veneno.

Eu já conhecia essa história por alto, só não sabia que tinha relação com a expressão. Eles ingeriram o veneno misturado com Kool-Aid que é uma marca de refresco, vendido aqui no Brasil como Ki-Suco.


Agora tudo fez sentido!

Lendo o artigo na Wikipédia, também soube que, na verdade, o veneno estava misturado com dois refrescos, Kool-Aid e Flavor Aid, mas só o primeiro ficou associado ao massacre e ganhou fama como expressão idiomática. Entretanto, isso não deve ter resultado em propaganda negativa pois o produto existe até hoje.

kool-aid