Don’t hold your breath

Hold your breath é fácil – prenda a respiração. Mas quando alguém fala “don’t hold your breath” está usando a expressão no sentido figurado.  Quer dizer que a pessoa não deve esperar muito, pois se prender a respiração por muito tempo vai ficar sem ar.

Ela me chamou a atenção por causa do diálogo no filme que assisti hoje:
– I wouldn’t hold my breath if I were you.
– It is not I who need do hold my breath.

A primeira fala foi traduzida como “Não crie expectativas”. Até que está boa.
O problema foi a continuação: “Não sou eu que preciso criar expectativas”. Soou muito estranho aos meus ouvidos.

No contexto da cena, uma tradução mais adequada poderia ser:
Não tenha muitas esperanças.
– Não sou eu que preciso de esperança.

Outras boas traduções para don’t hold your breath são:
Não conte com isso
Não fique esperando
Pode esperar sentado(a)

don't hold your breath

É sempre bom lembrar que SEMPRE devemos prestar atenção ao contexto. Às vezes, uma expressão idiomática pode ser utilizada no sentido literal, ou em ambos, como é o caso da tirinha aí em cima.

Para quem não sabe, uma das formas de curar soluços é prender a respiração. Daí o autor brincou com os dois sentidos da expressão, literal e figurado, para fazer piada.

É nessas horas que nós, tradutores, temos que usar a imaginação. Se traduzirmos usando a forma literal, perdemos a piada. Se traduzirmos seguindo a forma figurada, perdemos a piada.

E então?

Ainda não me veio nenhuma ideia brilhante, mas se você tiver uma, mande sua sugestão.

Soccer mom

Quantas vezes você já não escutou a expressão soccer mom em filmes e séries?

Soccer mom é uma expressão utilizada nos Estados Unidos para definir uma mulher geralmente casada, de classe média, que mora no subúrbio, dirige uma minivan e costuma levar os filhos para atividades esportivas, não necessariamente futebol.

Segundo a Wikipedia, a expressão passou a ser mais utilizada a partir da campanha presidencial de 1996, identificando as soccer moms como uma fatia importante do eleitorado. Se você tiver interesse em saber mais, dá uma olhada lá.

Eu escutei essa expressão soccer mom hoje num filme, e a tradução era “mãe que assiste futebol”. Ai!

Eu sei que as legendas não tem muito espaço e a definição é gigantesca. Além do mais, a mãe a que estavam se referindo era uma jornalista, não uma mulher que fica em casa cuidando dos filhos. Mas nada disso é motivo para uma tradução dessas.

Então a questão aqui é: Como traduzir essa expressão em português de uma forma que faça sentido e não deixe o leitor confuso?

Well…

A tradução mais próxima da definição original é dona de casa, mas não quer dizer que soccer moms não trabalhem. Mas, dependendo do contexto em que está sendo utilizada, pode ser a tradução mais adequada.

Outras traduções que podem servir, dependendo do contexto: supermãe, mãe de classe média, mãe em tempo integral, mãe exemplar, mãe de família.

 

 

 

Come out of shell

Quanto mais pesquiso expressões idiomáticas, mais percebo como as traduções literais têm se espalhado pelo nosso idioma.

Come out of shell é um desses casos.

Que eu me lembre, nunca ouvi falar em “sair da concha”, mas pesquisando agora na internet, encontro milhares de ocorrências. E o que é pior, com os significados mais variados.

Pesquisei em várias dicionários online e a definição em todos eles é muito parecida:​
Cambridge Dictionary – to become more comfortable and friendly with people:
MacMillan Dictionary – to stop being shy and begin to confidently show your real character and feelings
The Free Dictionary – to become more friendly; to be more sociable. (Alludes to a shy turtle putting its head out of its shell.)

Tradução não é uma ciência exata e existem várias formas de passar a mensagem, mas, na minha opinião, traduções literais de expressões idiomáticas deixam o texto com cara de tradução, “soam” de maneira esquisita. Quando não temos uma expressão equivalente em português, é melhor escrever de outra forma que deixe o texto (ou a fala, no caso de legendagem) mais natural, como se o original fosse na nossa própria língua.

Eu escutei a expressão come out of her shell revisando uma palestra do TED sobre introversão. A frase era a seguinte:
In second grade, I was often described as a shy, quiet girl who had yet to come out of her shell.

O tradutor deu uma ótima solução, natural e bem adequada ao tom da palestra:
Na segunda série, geralmente me descreviam como uma garota tímida que ainda não tinha conseguido se enturmar.

Outras opções de tradução, dependendo do contexto e forma poderiam ser: desinibir-se, largar a timidez, se soltar.

Em Portugal, se usa a expressão sair da casca. Apesar de falarmos o mesmo idioma, usamos expressões idiomáticas muito diferentes.

Mic drop / Drop the mic

De acordo com a Wikipédia (o que seria de nós sem ela) a expressão mic drop é um gesto de deixar cair o microfone intencionalmente ao final de uma apresentação ou discurso como forma de expressar triunfo.

No sentido figurado, é uma expressão de triunfo um tanto arrogante por uma realização bem sucedida.

O gesto data dos anos de 1980 quando era utilizado por rappers em competições – deixar cair o microfone depois de uma fala era sinal de plena confiança que o oponente não seria capaz de retrucar. Também é utilizado por comediantes de stand up.

Sua popularidade se deve ao Presidente Obama que “executou um mic drop” no programa Late Night with Jimmy Fallon em abril de 2012, dando origem ao meme.

Ótimo. Agora já sabemos o que é mic drop. Mas como se traduz? Não dá para usar a tradução literal, nem a expressão em inglês.

Essa eu “escutei”, ou melhor li, em um grupo de tradutores no Facebook e os colegas deram várias sugestões que podem ser usadas de acordo com o contexto.

Como drop the mic é uma gíria, o contexto provavelmente é mais informal, portanto as seguintes opções caberiam bem: mandou bem, lacrou, arrasou, detonou.

Smoke and mirrors

Smoke and mirrors é uma daquelas expressões que, dependo do contexto, é traduzida de várias formas pois, pelo que pesquisei, não há uma expressão em português que passe o mesmo sentido. Nós aqui no Brasil não dizemos “fumaça e espelhos” ou “fumo e espelhos” como os portugueses.

Encontrei várias traduções; algumas cabem, mas outras ficam estranhas e não passam a mensagem corretamente.

Vamos começar pela definição.
The Free Dictionary – something that is meant to confuse or deceive people.
Cambridge Dictionary
something intended to make you believe that something is being done or is true when it is not.
Oxford Dictionary  The obscuring or embellishing of the truth of a situation with misleading or irrelevant information.

A origem da expressão vem do prática do ilusionismo, na qual os mágicos se utilizam de fumaça e espelhos para iludir a plateia.

A título de curiosidade, a Wikipédia também nos informa que “Another source is based on the aztec god of night sky, a trickster also in charge of temptation, illusion and magic, named Tezcatlipoca (lit: Smoking Mirror).”

Já deu para entender que smoke and mirrors é uma expressão utilizada para indicar que algo é propositalmente falso, enganoso, fraudulento.

Escutei essa expressão no diálogo de uma série de TV.
– Look, I followed your lead. I found nothing.
– Russell did it, you know. For all your smoke and mirrors, he did it, he’s guilty.

É um jeito um pouco estranho de usar a essa expressão, e foi isso que me chamou a atenção. Se eu tivesse que traduzir a frase, provavelmente ficaria dessa forma:
– Foi o Russel, sabe. Os seus truques de mágica não vão funcionar, ele é culpado.

Em outros contextos que encontrei nos exemplos dos dicionários que citei, a tradução seria outra.

The new budget isn’t smoke and mirrors; it’s an honest attempt to reduce the deficit.O novo orçamento não é apenas um devaneio; é uma tentativa honesta para reduzir o déficit.
Her report was little more than smoke and mirrors. No one will believe any of it.Seu relatório não era nada mais que ficção. Ninguém vai acreditar em nada daquilo.
Smoke and mirrors made the company seem bigger and healthier than it really was. It was just clever marketing.Ilusões de ótica fizeram a empresa parecer maior e mais saudável do que ela realmente era, mas era apenas marketing inteligente.

Como o contexto original da expressão é a mágica, o ilusionismo, eu sempre tentaria usar uma palavra ou expressão relacionada ao tema ou algum sinônimo de ilusão.

Uma outra expressão relacionada à mágica é sleight of hand que também pode ser traduzida como truque ou passe de mágica mas tem mais a ver com destreza, como a habilidade de manipular cartas e outros objetos.
Tudo depende do contexto, não é mesmo?

 

Facts and figures

facts and figures

Facts and figures foi outra das expressões idiomáticas discutidas na oficina da Isa Mara Lando.

A tradução literal de facts and figures seria fatos e números, mas não falamos dessa forma.

Sim, figures como substantivo em inglês, além de figuras, quer dizer números, dígitos, valores e é esta a acepção utilizada na expressão.

Pesquisando expressão facts and figures em vários dicionários disponíveis na internet encontro as seguintes opções:

Dictionary.com, Collins, The Free Dictionary
details; precise information

Oxford
precise details

Ai vou procurar no linguee.com para ver se alguém usou alguma tradução mais interessante e o que encontro?

Factos e números 🙁

É possível que essa expressão seja utilizada em Portugal, já que o linguee não faz distinção entre o português brasileiro e o de Portugal. E neste caso, que me perdoem os colegas lusitanos.

Ainda no linguee, encontrei algumas variações como fatos e valores, fatos e números, dados e valores, informações e imagens.

Considerando o significado da expressão em inglês, me parece que a tradução mais apropriada, clara e direta em português do Brasil seria informações precisas.

Não é tão colorida quanto facts and figures, mas nem sempre conseguimos obter uma tradução equivalente e espirituosa. Mas, na minha opinião, ainda é melhor do que traduzirmos como fatos e números e deixarmos o leitor com aquela sensação esquisita de que algo está errado com a frase.

Como sempre, tudo depende do contexto.

Hoje escutei essa expressão no seguinte contexto:
I’ve got a lot of facts and figures running through my head.
You sure that’s what you want to add to the mix?

Nesse caso, eu poderia traduzir como:
Já estou com a cabeça cheia de números.
Você ainda quer adicionar mais isso na conta?

Put flesh on (the bones of) something

Ouvi a expressão put meat on the bones traduzindo uma aula de um curso no Coursera. É uma variação de put flesh on ou put flesh on the bones of something.

Nós não costumamos dizer “colocar carne nos ossos”, a não ser que estejamos falando da bruxa da história de Hansel & Gretel – “…esse dedinho ainda está muito magrinho!” 😉

Encontrei as seguintes definições:
The Free Dictionary -to add more detail to something in order to make it more interesting or easier to understand

Cambridge Dictionary
to add more details to a plan, idea, argument, etc. to make it better or more complete

Poderíamos então traduzir como detalhar, complementar.

Mas seguindo a boa prática da tradução de sempre tentar manter a imagem da expressão original, uma tradução melhor poderia ser dar mais corpo, encorpar.

 

Ahead of the curve

Na semana passada participei de uma das oficinas da Isa Mara Lando. Em um dos exercícios devíamos traduzir o seguinte trecho:

Once again, Sweden is ahead of the curve. Many stores now take payments via a mobile app, in the all-but-cashless country.

É claro que todo mundo se concentrou na expressão em negrito mas a parte que rendeu um debate muito mais proveitoso foi a expressão ahead of the curve.

Em primeiro lugar, um parêntese: a expressão em português “ponto fora da curva” está tão difundida que muitas pessoas traduziram dessa forma. Sua definição é “algo fora do padrão, que se destaca de outros na mesma categoria” e o termo adequado em inglês nesse caso é outlier, que é um termo da estatística, assim como ponto fora da curva.

Sobre ahead of the curve. As definições dessa expressão são “1. algo acima da média, 2. algo ou alguém que está na vanguarda ou na liderança”.

E qual é a metáfora, nesse caso?

Imagine uma corrida em uma estrada cheia de curvas. Quando o corredor que está na dianteira dobra uma curva, os outros não podem mais enxergá-lo. Ele está ahead of the curve.

E aqui reproduzo o valioso conselho de Isa Mara Lando, que deve estar sempre na mente de todo tradutor:

Devemos tentar ficar o mais próximo possível do original. Por exemplo, acompanhar a metáfora da Suécia correndo lá na frente como se fosse um atleta de shorts, e não usar alguma palavra abstrata – aliás típica das línguas latinas – como por exemplo, a Suécia é superior ou se destaca ou está acima da média. A metáfora, isto é, representar uma ideia com algo bem concreto, como por exemplo uma corrida de atletas, é algo extremamente vigoroso e está na própria alma da língua inglesa. E a gente deve tentar conservar esse vigor e não diluir, botar água no vinho.

Enfim, devemos ser fiéis!

Vocês já devem ter ouvido falar em “Traduttore, tradittore”. Nenhum de nós quer ser traidor, não é mesmo? A ideia da tradução é fazer um grande esforço para passar exatamente (não mais ou menos!) as ideias do autor, incluindo suas imagens expressivas, o vocabulário que ele escolheu e tudo mais. A nossa criatividade reservamos para trechos difíceis, que não têm uma tradução direta.

Então, qual seria a melhor tradução para o exercício lá do começo?

Mais uma vez, a Suécia está [na frente | disparada na frente | na vanguarda | na dianteira]. Muitas lojas agora recebem pagamentos por meio de dispositivos móveis, nesse país que quase não utiliza mais dinheiro vivo.

running-78192_640

Referências:
The Free Dictionary

Just go with it / Just play along

No outro dia estava traduzindo um vídeo e me deparei com o seguinte diálogo:

-This is the worst disguise I’ve ever seen.
-Just go with it.

Just go with it é o tipo de expressão que pode ter várias traduções em português, dependendo do contexto.

A primeira que me veio à cabeça foi “Não discute” mas não fiquei feliz. Fazia sentido, mas achei que não cabia no contexto.

Depois de trocar ideias com uma amiga tradutora cheguei à tradução que me deixou mais contente – “Entra no jogo”.

Tradução tem disso. Nem toda palavra ou expressão, mesmo que correta, se encaixa bem no contexto. É por isso que quando estamos assistindo um filme legendado, de vez em quando aparece um texto que “soa esquisito”. Pode até estar correto mas nem sempre é a melhor solução naquela hora.

Just go with it tem algumas expressões “amigas” como just play along, just go with the flow que podem ser intercambiáveis, dependendo do contexto.

Como opções de tradução, sempre considerando o contexto, é claro, podemos usar:
Entra no jogo
Não discute
Entra na dança
É preciso dançar conforme a música
Segue o fluxo

Como curiosidade, Just go with it é o nome de um filme americano com o Adam Sandler e a Jennifer Aniston. No Brasil, ganhou o título de Esposa de Mentirinha e em Portugal, Engana-me que eu gosto.  – Wikipédia

Não assisti o filme mas lendo a sinopse, os dois títulos até que estão bons. Mas tradução de títulos de filmes e livros é outra história, certo?

Referências
The Free Dictionary – play along
The Free Dictionary – go with the flow

A Disturbance in the Force

Você já deve ter ouvido a frase “I sense a disturbance in the force” em filmes ou séries de TV, mas, caso não seja adepto da ficção científica, talvez não saiba exatamente o que quer dizer nem de onde veio.

Sua origem vem de uma fala do personagem Obi-Wan Kenobi no filme Guerra nas Estrelas de 1977.

I felt a great disturbance in the Force, as if millions of voices suddenly cried out in terror and were suddenly silenced. I fear something terrible has happened.

Assim como muitas outras frases emblemáticas de filme famosos, e outros nem tanto, ela virou uma expressão que é utilizada para descrever uma sensação de que algo não vai bem ou um mau pressentimento.  Em português a tradução mais comum é “um distúrbio na Força“. É mais utilizada por adolescentes ou fãs de ficção científica.

A última vez em que vi essa expressão sendo utilizada foi em um diálogo de uma série de TV entre um pai divorciado e sua filha adolescente.

Pai: Estive ontem com a sua mãe.

Filha: Sinto um distúrbio na força. (dando a entender de que coisa boa não vem por aí)


Referências:

http://starwars.wikia.com/wiki/Disturbance_in_the_Force